dia das mães

Dia das mães

Enquanto eu termino a saga da nossa viagem ao Brasil,gostaria de deixar algumas palavras sobre o dia das mães que se aproxima.

Li alguns textos muito interessantes sobre a “des-romantização” da maternidade,vi também vários textos chutando o pau da barraca,desmontando a tal maternidade e pensando nisso,queria escrever um pouco sobre o que tem sido,para mim,ser mãe nestes últimos 2 anos e meio.Vambora?

Eu sou uma mãe a meu jeito. Espelho da minha mãe, com algumas diferenças.Não grito, não bato,não belisco. Perco a paciência as vezes, dou batata frita e chocolate as vezes.Nunca dei refrigerante, no entanto. Cozinho em casa, mas as vezes ele come pizza pronta e chocolate. Já me escondi no banheiro pra mexer no celular e ter minutos de sossego. Já esperei ele ir dormir pra comer chocolate e não ter que dividir. Vou pra academia todo dia, sem pena,sem remorso e feliz da vida por ouvir meus “bons rocks”no volume bem alto,aquele mesmo volume que digo para ele não ouvir pra não ficar surdo.

Brinco de massinha,de faz de conta, de amassar ele dizendo que ele é um bolo. Dou beijinho em todos os machucados,até mesmo os que ele inventa, pra ganhar beijinho. Canto a mesma música 4812740182741029 vezes,só pra ele cantar Ia Ia OOOOOOO no refrão. Deixo ele ver tv,enquanto eu mexo no celular ou escrevo aqui.

Espalho feijão,macarrão e arroz cru pela casa toda, só para ele poder brincar de comidinha.

Digo que todo animal que se aproxima dele, veio para lhe dar”oi”. Ele fica feliz, se sente importante.

Espero ele dormir, pra atacar marido e poder aproveitar o que há de bom,mesmo que seja na soneca da tarde,aos fins de semana.

Deixo ele me pentear e ao final falar: “Feia”,achando que isso é elogio.

Deixo ele se sujar, se encher de tinta, terra, comida, areia. Depois ensino a se lavar.

Levo na piscina, jogo água, jogo NA água.brinco de bola, de carrinho,de minions.Faço a voz da Amy.Faço ele rir.

Na hora do banho,encho a banheiro e entro com ele,mas depois demoro meus bons 20 min pra passar creme na minha juba e curtir um belo banho quente.

Na hora da naninha,deito com ele,que segura minha mão e adormece assim. E eu posso ir pra minha cama,feliz de saber que ele está bem.

Tem dias que penso na vida antes dele. Acho engraçado, mas por sorte,ou acaso do destino,não me sinto tão distante de quem sempre fui. Minha essência não mudou, só a responsabilidade aumentou.Acrescentei ao meu nome, o sufixo “mãe”,que para mim é apenas mais uma qualidade que eu adquiri,junto com meu super poder de curar dodói com beijinhos.

Ser mãe é lindo. É desafiador.É por vezes, assustador.É gratificante. É solitário.

É olhar para trás e ver as histórias da minha familia. a história da mãe de 4 filhos,da mãe que trabalhou fora, da que ficou em casa, da que se casou de novo, da que casou com uma filha de outro casamento,da que se separou,da que abdicou de tudo pra cuidar dos filhos, da que deixou a bebê num orfanato. A que adotou.A que escolheu ter filhos. A que não pôde os ter, mas teve sobrinhos. A que cria sozinha. A que cria longe.

É saber que ser mãe, às vezes não é escolha,mas é destino. É achar força dentro de si pra fazer aquela criança “vingar”,seja lá qual for sua escolha para fazer isso acontecer.

Ser mãe é dar a vida, é gerar, é cuidar. É acima de tudo,amar.

É muito mais que uma foto de comercial de shopping.

Pra mim, é ser ainda mais feliz! Não me anulei quando virei mãe, eu acrescentei! 

Feliz dia das mães, pra todas vcs e suas respectivas mães! ❤

💕 

 

 

Anúncios

7 comentários em “Dia das mães

  1. Carol,
    Não me recordo como descobri seu blog, mas acompanhei toda sua gravidez e os primeiros meses do Thomas. Estávamos com o mesmo tempo de gestação, tanto que o Thomas é do dia 04 e meu filho é do dia 05 de novembro.
    E pela correria do dia a dia, acabei não vendo mais seu blog e não compartilhando das minhas aflições, medos e inseguranças com você, mesmo sem você saber haha
    Era como um parâmetro pra mim, achava engraçado quando meu filho estava em alguma fase, ou com alguma coisa, corria aqui e via que tbm acontecia com o Thomas.
    Sou mãe solteira, e você foi de grande ajuda pra mim!
    Hoje meu deu um “tuin” na cabeça e cá estou novamente!
    Como o Thomas está LINDO!
    Me lembra muito meu filhote, o Enzo! Loirinho também!
    Fico muito feliz, pela vida e família que construiram por aí!
    Vou continuar acompanhando vocês!
    Um Grande Beijos a vocês!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s