tentante

Thomas e as “birras”

Quem nunca passou por uma crise existencial dos pequenos que atire a primeira pedra.

O Thomas,dos altos dos seus 1a10meses,tem seus momentos de raiva, de frustração, de indignação, como todo ser humano. A diferença é que ele não sabe nem controlar e nem expressar exatamente o que está sentindo, então, ele chora, se joga para trás, corre gritando no no no. Nestas horas, eu respiro fundo e acolho; Ou dou um abraço, ou converso com ele dizendo “eu sei que você está bravo porque quer ficar mais no parquinho”, ou distraio ele com alguma outra coisa. Em momento algum na vidinha dele, houve algum tipo de punição por esse comportamento. Faz parte do desenvolvimento de TODA criança e especialmente nesta fase entre 2-3 anos, eles percebem que são”gente” e querem fazer valer suas vontades e “desvontades”.

Obviamente, acolher não significa ser extremamente permissiva ou ser aquele tipo de pai que deixa a criança subir em cima de você e virar um gremlin molhado. Não, acolher significa explicar a seu filho o porquê daquela situação e fazê-lo entender de uma forma respeitosa que devemos ir embora, vamos pro banho, vamos comer,vamos lavar as mãos,  trocar a fralda, etc.

Aliás…..comer por aqui tem dias que baixa a greve de fome. Tem dias em que o Thomas absolutamente não almoça,não janta e passa o dia a base de frutas. O que eu,mãe com descendência italiana e toda uma sorte de desespero com “meufilhonãocome,pelamordedeus!” faz?

Respiro fundo. Bem fundo. Tiro a comida dele de perto, porque senão vira munição pra tiro ao alvo contra o tapete e…….deixo. Ofereço várias coisas que sei que ele come,tipo uva,tomate, banana, biscoitinho,pão,queijo e deixo. Ele come o que quer e quando quer. Prefiro que ele passe o dia beliscando do que forçar ele a comer. Eu era super forçada quando criança e até hoje tenho raiva disso.

Tem dias em que é o contrário! Ele come tudo e as vezes ate repete.Normalmente essa falta de apetite dele acontece quando vêm os dentes, como faltam poucos para nascer,creio que logo mais a situação se normaliza.

No mais, o Thomas como TODA criança, apronta, experimenta e eu dou bronca quando precisa.Quando ele risca a parede, quando ele aperta a Amy demais,quando mexe onde não pode,quando pega alguma coisa que não deve. Broncas, que obviamente não são gritos ou xingamentos. Eu sento e explico para ele,com voz firme e deixo bem claro que determinada situação não pode e eu não gosto.Não posso reclamar,ele é bem bonzinho e tranquilo e normalmente obedece quando eu peço ou dou bronca.

Eu acredito MUITO que com amor, as coisas são mais fáceis. Sabe amor, com amor se paga? Então. É assim que pretendo criar meu (s) filho (s).Com respeito, respeitando os limites deles e eles os meus. Entendendo os motivos pelos quais eles estão irritados ou frustrados ou impacientes e vamos levando.

 https://youtu.be/ph_mB3NBgC8
Me diz, como ficar brava?

Anúncios

3 comentários em “Thomas e as “birras”

  1. Adorei o post, Carol!
    Aqui os dramas da pequena estão começando já, e tenho procurado agir assim como você, acolhendo, explicando. E dá certo mesmo.
    É preciso respirar fundo e seguir no que acreditamos, né? Não é fácil, mas vale a pena, rs. 🙂

    Beijo beijo!

    Curtir

  2. Carol, to aqui no auge dos dramas! E, com os hormônios à flor da pele, às vezes é difícil de gerir. Acho que é importante o pai tá alinhado com a nossa forma de pensar porque facilita muito as coisas. Tipo, quando eu me descontrolo, ele assume e a coisa se resolve. Mas é bem isso, amor com amor se paga. Fácil não é, mas a gente vai resolvendo!

    O Thomas tá um amor!!!!

    Beijooo

    Curtir

  3. oi carol! Muito legal vc falar disso, pq eu estou aprendendo como reagir a esses dramas, eu observo hj que tive uma educaçao do tipo cala a boca e ponto. Percebo que me falta maturidade, muitas vezes para lidar com as crises de choro por nada do Matheus, ele tem um ano e seis meses. Diferente do Thomas ele e dificil pra comer, ele tem alergia a proteina do leite, e ele tem os avos paternos em cima… O peso dele nao e dentro do que deveria, mas nao esta abaixo, enfim, dar comida a ele nao e umas das coisas que eu gosto, na vdd destesto, mas procuro oferecer sempre coisas saudades, muitas frutas, verduras e legumes, ele come de tudo so que faz uma onda, uma enrolaçao… E qd vai na casa da avo e nao quer comer entao… ai na volta ela tem mil teorias para o que deve estar acontecendo… entao alem das birras, ainda tem muito pitaco alheio… e meus dias de tpm, eu perco a estribeira, procuro explicar a ele o que esta acontecendo, sempre digo o que estou fazendo, mas olha e muita birra… 😦

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s