bebê

A coisa azul de bolinha branca

Pois é, eu sempre fui contra crianças que viam TV desde cedo, sempre achei meio bizarro e jurava pra mim mesma que nao faria isso com meus filhos, até porque eu mesma fui assitir TV lá pelos 4 anos. Mas quando nasci, não tinha a tal Galinha Pintadinha.

Eu comecei a ver em Londres, em 2012, quando apresentei a galinácea ao filho do nosso amigo, eles amaram, o Luca pirou e era legal, pra ele aprender as musiquinhas brasileiras.

Ai o Thomas nasceu e um dia, não sei quando e nem como ele começou a ver a Galinha. Eu confesso: acho ela fofa. Acho o desenho bonitinho, bem feito, as músicas são da minha infância e eu canto junto. Mas eu nãp contava que essa porra dessa ave viciasse a nivel Amy Winehouse meu filho!!!

Vejam só, umas das primeiras palavras dele foi: Gainha. GAINHA!!! Que mané papai, mamãe. Ele chamou a Galinha primeiro. Depois, ele começou a associar que toda vez que falassemos galinha, ele olhava pra TV. Depois, ele viciou no logo do Youtube. Bastava a gente ligar o Youtube na Tv, pra ver qualquer coisa que ele começava a repetir : “Gainha, Gainha”.

Até o dia que percebi que o menino tava viciado. Durante o dia, eu nunca ligava a TV, normalmente a gente ligava na Galinha quando ele estava muito puto da vida e ele ficava ali uns minutos cantando e dançando.

Até semana passada, quando só de falarmos galinha ele começava a apontar pra TV e falar Gainha! Começamos a nos referir, então e ela por: A Coisa Azul de Bolinha Branca, tipo o Lord Voldermort que nunca devia ser nomeado. (Ih, agora que nomeei ele, sera que ele vem aqui em casa e pega a Gainha?). Sexta ou quinta da semana passada, o Thomas comecou a apontar pra TV, com o controle na mão, falando: Gainha. Eu, mais que esperta disse: Ah, que lindo filho, tem um cachorro la fora (?). Ele continuou apontando e falando: Gainha, Gainha. E eu, espertalhona disse: Ah, vc quer a Amy? Ela esta dormindo. Ai ele comecou a fazer nao com a cabeça, apontar para a TV e gritar Gaaaaaainhaaa (ainda acho que ele queria dizer: ai, mas q mãe burra, liga essa porra de TV e põe minha galinha?). Não liguei, desconversei e ele esqueceu por algum tempo. Dormiu e depois de acordar, ele queria porque queria ver os animais do Seu Lobato. Eu fiquei com pena e liguei. Quando o menino viu o logo do Youtube, começou a bater palma, dançar e sorrir pra mim e pra TV.

MEUDEUDOCEU! Derreti com tanta fofura que nem liguei que a Mariana contou ate 10 4908973 vezes.

O que quero dizer com isso? Dizer que infelizmente (ou felizmente?) essas crianças são muito ligadas em tudo e se hoje o Thomas associa a TV a tal galinha, imagina daqui uns anos.

Eu deixo ele ver eventualmente, cortamos mega em casa, porque senao ele ficaria o dia inteiro ouvindo as musiquinhas dela. Apesar de gostarmos da coisa azul de bolinha branca, não quero que ele fique viciado em TV desde tão pequeno. Claro que seria muito mais fácil deixar ele em frente da TV o tempo que ele quiser, mas eu sou old fashion e acho que criança tem que brincar, se sujar, imaginar, se ralar e tal.
A galinha tem lá seu encanto, especialmente a musica da cirandinha, na qual eles recitam aquele poema da batatinha quando nasce . Não sei qual magica desperta, mas nessa hora ele olha pra mim, espera eu repetir o poema e ri, se encosta todo em mim!

Ai eu ate canto mais animada! 🙂
Mais dois minutos.
Liga por favor,

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/810/33649541/files/2014/12/img_6644-0.jpg

A TV, com a GAINHAAA

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/810/33649541/files/2014/12/img_6647-0.jpg

<a

Anúncios

10 comentários em “A coisa azul de bolinha branca

  1. Carol, a maternidade real é bem diferente daquela que imaginamos né?
    Que bom que você consegue dosar isso de maneira saudável!
    Eu também acho a penosa azul com bolinhas brancas adorável, mas pretendo manter a Lucy o mais longe que eu puder, enquanto eu puder.
    Agora você entende porque é minha musa? Você mostra uma maternidade possível, real, sem neuras e ao mesmo tempo consciente, com apego, sempre prezando pelo melhor para o seu filho e sua família!
    Continue assim, acho que você está se saindo super bem!
    Um beijo!

    Curtir

    1. Pois e, Ju!!! TEm coisas que a gente realmente descobre que nao eh como nos livros! hehehe
      Q bom q vc gosta do q eu escrevo, to me achando com o “musa” hahahahhah
      a maternidade ja exige taaaaanto da gente que um minimo de paz a gente tem que ter, mesmo que seja cantando o sapo nao lava o pe o dia todo! hahahaha
      bjosss

      Curtir

  2. Maternidade dá trabalho, ne, Carol?!
    Seja pra fazer “como todo mundo”, seja pra fazer do nosso jeito, como queremos ou como conseguimos…!
    Aqui eu ainda não coloquei Cecília pra ver tv (ou vídeos, etc), invisto na música porque é algo que é bem natural da nossa casa (nunca nem vi nenhum vídeo da penosa com medo de gostar! Hahahaha); mas percebo que quanto mais o tempo passa, mais difícil fica manter a Cecília longe disso… Tanto por insistência dos outros quanto pelo crescimento dela mesmo… Atualmente tem sido comum eu ter que parar de assistir tv pq a Cecília desiste das brincadeiras dela pra ficar hipnotizada pela tela – aí minha saída é desligar e ir fazer outra coisa com ela…
    Gosto desse teu jeito controlado de colocar a Galinha… Vou me inspirar nele quando não conseguir mais evitar! 🙂
    Beijo

    Curtir

  3. Kkkkkkkk. Acho q não tem jeito, todos amam a gainha. RS
    O meu amava galinha,mas depois de 1 ano a moda agora é Pepa. ( prefiria a galinha viu). E faz igual ao seu. Aprendeu a falar pepa e pega o controle e aponta p TV. Fazer o q ne!
    Beijos p vc e Thomas.

    Curtir

  4. Eu AMOOOOOO o seu blog! De verdade verdadeira… Adoro como vc escreve, dou risada sozinha e super me identifico. Minha filha tem 2 anos e meio, e já teve sua fase da Galinha Pintadinha, que chamávamos “a coisa com penas”, até que ela percebeu a quem nos referiamos. A um bom tempo ela é louca pela Peppa, que está perdendo feio para o Frozen, ou como ela diz “Let it go”. Tento deixar também o máximo longe da TV, mas tem momentos que parece até maldade não deixa-la ver um pouquinho do “Leri go” rs
    Beijos

    Curtir

  5. Ahahahahahaha!!! Lá em casa é “POPÓ”! E Elis pede com uma entonação interrogativa “Popó?”, tipo “bota a galinha pintadinha, por favor?” – uma fofa!
    Também pirei de início achando que ela viciar e tal, então a gente também regrou pra não deixar pela vontade dela.
    E agora parece que ela se libertou mais, pois aceita assistir outras variedades: Patati Patatá, Bob Zoom e MPBaby.
    Esse menino está LIIIINDOOO! Deus benza!
    Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s