mesversário

10 meses

Caramba, chegou o post de 10 meses!

Nesse último mês, o Thomas mudou demais. Aprendeu tantas coisas, se desenvolveu em tantas outras e como já era esperado, está no auge da angústia de separação…

Tudo começou com ele engatinhando. Mas o figura não engatinha como uma criança normal: ele dá impulso com a perna direita e arrasta a esquerda. Super engraçado e vai rápido, dominou essa arte com a maior facilidade.Depois, aprendeu a ficar em pé: se agarra onde der e pimba, em pé! Aprendeu que consegue ir pra onde quiser engatinhando, isso inclui o prato de ração da Amy, o lixo do banheiro e a sacada do apartamento. Morremos de rir com ele, que vai para onde quer e por isso, estamos dando uma limitada no acesso, tipo, na cozinha quando a Amy está comendo, eu deixo dois pufes na entrada, pra ele não poder entrar e pegar a ração dela, fora isso, eu deixo tudo na área de serviço, fecho a porta e ele tem acesso livre à casa, o que me ajuda muito quando preciso lavar louça ou arrumar alguma coisa.

Há duas semanas estávamos na casa da minha tia, comendo uma pizza e senti uma ponta na gengiva dele, como se fosse uma agulhinha. Percebi que eram os dentes dele e em seguida eles começaram a sair mais e mais. Hoje ele está com metade deles pra fora e é muito engraçado de ver. Agora quando damos a comida, sinto um “téc” na colher, dos dentes batendo. Super fofo! Isso ajudou, porque há umas 4 semanas, ele estava com mega diarréia, irritado. Associei ao nascimento dos dentes dele e realmente foi isso. Ele ficou meio sem apetite, meio chatinho, mas acho que foram os dentes mesmo.

Sobre a angústia de separação: começou por acaso, um chorinho aqui, um chorinho ali. Uma engatinhada mais rápida até mim, até que fodeu de vez: ele começou a lutar contra o sono da noite, se debater, chorar, espernear. Começa a gritar de desespero se a gente “some” de vista. Corre pro meu colo se alguém quer pegar ele ou se vira pra mim quando alguém menciona pegar ele no colo. Tem horas que se joga em cima de mim e durante a soneca do dia, dorme no meu colo, quando estou em casa, claro.Dá pena, tem horas que a gente se irrita, porque convenhamos, um bebê gritando estridente na orelha não é fácil, mas depois ficamos com ele no colo até se acalmar. Dá muita pena e a melhor coisa é a compaixão. Ele não sabe o que está acontecendo e é nosso dever como pais, o acalmar. No fim, é só lançar mão daquele mantra materno: “vai passar, é uma fase!”

Ainda sobre seu desenvolvimento, ele está muito “falante”: fala milhares de sílabas, conversa e entende quando perguntamos a ele: “Wo ist die Katze?” (onde está o gato, em alemão), em seguida ele repete: “Caiê” e olha pra Amy. ainda sobre ela, assim que o olhar dele passa por ela, ele grita e diz “Aêêêê”, que me faz crer que ele está tentando chamá-la. A relação deles é muito engraçada: o Thomas ama a Amy de paixão e ela tenta. Ela não consegue ser tão amável e deixar que ele puxe os pêlos dela, mas ela tenta, a gente nota o esforço, rs. Tenho certeza que assim que ele for mais coordenado e souber controlar a força da mão, ele serão grandes amigos.

De novidades, ele: lambeu casquinha de pizza, sorvete, creme de papaya (sem cassis, claro), lambeu picanha, alface e tomate cereja, experimentou arroz batidinho com caldinho de feijão preto, morango, manga e obviamente amou. Sua fruta preferida ainda parece ser a laranja lima, que eu corto e deixo ele chupar depois da papinha de almoço. Continua comendo super bem, almoça e janta papinhas variadas que faço. normalmente faço uma pro almoço e outra pro jantar. Vou esperar ele ter mais dentes e começarei a dar uma variada nas comidas, colocando macarrão, arroz e coisas mais sólidas pq sinto que ele está enjoando da papinha. Tenho variado e posto mais coisas, deixando mais sólida e tal. 

Ainda continua difícil para beber água ou suco, mas vamos dando aos pouco, porque ele precisa se hidratar e acho que com a frequencia de oferecer sempre, ele vai se acostumar. Tomou já um suco desses “laranja caseira” da Del Valle, mas acho que deve ser a laranja caseira de Chernobyl, porque tem gosto de tudo, menos laranja…. Mas foi só um pouco e por desespero mesmo. 

Levamos ele no último final de semana para a praia. Nem preciso dizer o quanto foi divertido, né? Ele odiou colocar os pés no mar, porque estava gelado, mas adorou brincar com a areia. Ficou empanado e realmente foi engraçado vê-lo pegando a areia como se fosse o melhor brinquedo do mundo. 

Sobre mim: 10 meses após o parto, eu mudei MUITO. Lembro que numa das consultas com a pediatra, ela me perguntou quanto tempo ia demorar pra eu sair da empresa. Rimos e disse que isso era impossível, pois eu jamais ia deixar o emprego. Rá, acho que ela era meio vidente, porque olha…acertou na mosca! Tudo parece sem graça para mim e só penso em voltar pra casa e cheirar o pescoço azedo do Thomas! 😀

Estou sentindo MUITA falta da academia. Depois que voltamos dos EUA, eu não fui mais, até pq tô endividada e não cabe a parcela mensal da super “cadimia”, mas que eu tô sentindo falta, isso eu tô! rs No final de semana andamos de bicicleta e marido levou o Thomas no sling. Foi demais, super divertido e eu percebi como tô fora de forma! rsrs

Estamos aproveitando demais nossa estada aqui em SP. Sempre que dá, vamos ver nossa afilhada e se eu pudesse, colava nela e no Thomas todos os dias, porque ô menina deliciosa! 😀 Está na fase de começar comidinhas e é uma delicinha!

E vocês, quais novidades do último mês? 😀

 

 

IMG_4207.JPG

IMG_4519.JPG

IMG_4445.JPG

IMG_4615.JPG

Anúncios

9 comentários em “10 meses

  1. Oi Carol! Tudo bem? Achei seu blog por acaso, nem lembro o que eu procurava, mas gostei da sua forma de escrever e comecei a acompanhar. Foi em setembro de 2013, eu nem pensava em engravidar ainda!!rs Hoje estou grávida de 4 meses. Acabei marcando consulta coma mesma obstetra e quando fui comprar o teste de gravidez, que nunca tinha comprado antes, lembrei do nome que tinha lido aqui (agradeci em pensamento por ter um nome para pedir! rs) Anotei sua indicação da tela de proteção. E gostaria ainda de saber qual a pediatra que te acompanhou. Escrevi muito, heim!!

    Curtir

  2. Aqui já tive que começar o arroz com caldinho de feijão pq ela não queria mais papinha batida, e ela ama de paixão.
    Tb odeia suco e olha que tb já arrisquei esses de caixinha e ela odiou da mesma forma.Comeu recheio de um kibe no meu aniversário e parece que adorou pq ficava abrindo a boquinha pra todo mundo rsrrss

    Thomas está muito lindo !!

    beijos

    Curtir

  3. Esse menino é MUITO lindo!!! Adorei a ideia do sling com a bicicleta!
    A crise da angústia da separação tá indo embora por aqui. Ainda não foi 100%, mas agora eu já consigo dormir umas 6h por noite. Foda! Mas vai passar.
    Elis e Cauão têm a mesma relação que o Thomas com a Amy: minha bebê AMA o irmão dog, mas ele só tenta… Deixa ela beliscar ele, morder e puxar as orelhas. E o fascínio pelo prato de ração??? Isso merecia ser estudo de causa!
    Bjs nesse fofo!

    Curtir

  4. Oi, Carol! Eu adoro seu blog, mas não sou muito de comentar. Só que desta vez tenho que falar! Minha filha engatinha que nem o Thomas! hahahahah Só que impulsiona com o pé esquerdo e arrasta a perna direita. Eu digo que ela engatinha mancando. rs >.< … E como é rápida… Quando vou ver, já está mexendo na tomada (já devidamente tapada), tentando abrir os armários (já devidamente travados) ou na cama da cachorra, usando a coitada como apoio pra se levantar… Ou mexendo nas rodas sujas do carrinho, ou colocando nossos chinelos na boca… Ou brincando bonitinha com seus brinquedos… É difícil, mas acontece também… hahahahah… Beijos pra vc e pro Thomas! =)

    Curtir

    1. Hahahah q legal! Uma irmã de engatinhaçao! Hahah eh muito engraçado, ne?
      Pois eh, aqui basta bobear e das duas uma: ou ele tá com alguma havaiana na boca ou tá pegando a raçao da amy! Ainda bem q ele ainda nao descobriu a caixa de areia! Ajhahah bjs

      Curtir

  5. Olha Carol, o Thomas é tão lindo! To pensando aqui que ele seria um ótimo namoradinho pra Liana: ambos tem carinha de rabugentos em algumas fotos, rs1!
    Sobre a crise de separação deve ser osso, e não quero nem pensar em como será aqui em casa, já que desde que nasceu a Liana tem mais ou menos isso: ela quer estar no colo o tempo todo e chora se a colocamos em algum lugar e saimos (tipo quando eu vou no banheiro, sabe?).
    Depois escreve mais sobre você deixar o emprego. Sei que é algo bem difícil…
    Beijos em vocês! E tudo de bom!
    Rita 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s