bebê · salto de desenvolvimento · tentante

O dia que o bebê virou um Gremlin

Primeiro, queria agradecer e dar um abraço em cada uma das pessoas que aguentou meu mau humor no post passado. Tem hora que a gente fica meio bipolar e dá uma desanimada, pra depois escrever um post com requintes de humor. Então, OBRIGADA mesmo pelo apoio e pelos ouvidos, ou olhos no caso!

Agora, mudando de assunto, esse sentimento de mãe de bosta passou simplesmente porque aqui em casa, o Thomas tá tipo Gremlin molhado: se transformou de uma coisinha linda e fofa, pra uma coisa chorenta e irritada…. Eu, no auge da minha inocência, achei que fossem dentes querendo nascer: ele levava a mão na boca, baba muuuito e meu irmão tinha 4 dentinhos com 4 meses…. Mãns, lembrei das colegas Romana e Thais que descreveram o tal salto e lá fui eu buscar ajuda. Li os post delas novamente e procurei no Dr. Google, psicólogo de toda hora e percebi que o Thomas tá tipo assim: no salto de desenvolvimento. Hoje ele completa 16 semanas, e tudo mudou: seu padrão de sono que tava loosho, dyvo, sonho de consumo, voltou a ser o padrão de recém nascido: a cada 3-4hs ele acorda pra mamar. A primeira mamada, ele vai com uma voracidade de quem bateu laje o dia todo no sol. Toma 120ml num golão só e depois capota até 6-7 da manhã, aí começa o drama: acorda GRITANDO à lá Freddy Mercury, luta com a mamadeira e vai tomando pingadinhos de 60ml all day long. Ele mama-brinca/resmunga-dorme. E não é que ele dorme assim, de deitar e pronto acabou: tem que embalar e fica fazendo shhhhh pra ele. Agora…..ele tá pesando uns 7kg e ele não dorme relativamente rápido e eu já fiquei sem ar de fazer shhh….hehehe Fora que nos ápices da luta contra o sono, ele chuta o ar, se rebela todo no colo. Colo gostosinho, quentinho e fofo que eu dou pra ele e enquanto isso, eu fico tentando me esquivar dos chutes e das puxadas de cabelo do mocinho. Além disso (como se desgraça pouca não fosse bobagem) ele aprendeu a GRI-TAR, meu povo. Só existe alguma coisa que me irrite mais que funk: gritinho ardido de criança. E não é que fui brindada com um cantor lírico aqui em casa? Aí ele grita de um lado e eu dou um gritinho de resposta, porque claro, estamos conversando em Thomês.

As sonecas diurnas dele, que antes duravam uma média de 1h-1h30, agora não passam de 40 minutos, com sorte. Ele dorme de respirar fundo no meu colo, coloco ele na minha cama e pronto os olhões azuis tão lá abertos. Com isso, há duas noites ele tem dormido na nossa cama, entre nós, porque não dá pra deixar ele longe e o engraçado é que se eu vou um pouco pro lado, lá vem o Thomas se arrastando pra colar em mim.Ai gente, que dó! hehe Aí eu abraço ele e pronto, dormimos eu e marido, imóveis e o Thomas sossegado por 3hs.

Ele também tem alterações de humor tensas: uma hora está risonho, fofo, de repente vira um botão e ele fica PUTO. Faz bico e chora, mas chora como se não houvesse amanhã e normalmente só para quando eu levo ele pra janela pra ver o movimento da rua.

Achei importante dividir isso, porque como eu achava que isso poderia ser dentes, muita gente pode confundir com cólicas, manha, dor de barriga ou qualquer outra coisa, mas eu vi que isso é meio que um padrão nesta idade. O que me resta? uma dose de paciência (porque vamos combinar que não é fácil um berreiro 24hs) e muita compreensão. Ele é SÓ um bebê de quase 4 meses, não dá pra explicar pra ele que é uma fase, que vai passar. Cabe à nós ajudar ele e rezar pros vizinhos terem tampões de ouvidos, já que as paredes deste AP americano são como casca de ovo.

Ele também tá piradão com as próprias mãos. É um tal de chupa daqui, pega dali, morde acolá. É engraçado de ver ele tentar chupar o dedo e a chupeta ao mesmo tempo….rs

Tem um site legal do Guia do bebê que explica mais ou menos essas fases.

No mais, já tô com um post pra blogagem coletiva de quarta programado e estou tentando escrever um pros 4 meses do Thomas e um sobre ele e Amy.

Aqui nas Gringas tá tudo bem, apesar do frio. Quando você acha que a temperatura começa a melhorar, pimba: cai pra -20° de novo. Eu imagino se algum dia durante o tempo que ficaremos aqui eu terei a chance de sair de tênis.

e agora, uma foto de como tem sido nossos dias por aqui…rs

Chora de um lado, que eu choro do outro!Imagem

Anúncios

26 comentários em “O dia que o bebê virou um Gremlin

  1. Olha tu é corajosa mesmo guria, porque quando a bezerrinha tem esses chiliques e eu cogito a hipótese de saltar pela janela, pelo menos tenho um inverno com sol mara que nos permite sair e arejar as ideias! E também tenho as “mamás” do bairro pra chorar as pitangas. Muita, mas muita paciência e força colega, que estamos tudojuntareunida! Beijos

    Curtir

  2. Abraço, Carol o/
    gosto de ler esses posts-a vida como ela é, e fico imaginando (daqui a pouco vivendo, rs) que não deve mesmo ser nada fácil.
    Força aí pra vocês, que daqui a pouco essa fase vai passar – vai passar, vai passar, vamos repetir o mantra, rs – e ele vai aprender um montão de coisas novas pra gente babar.

    Beijo beijo!!

    Curtir

    1. hehehe vc viu hj o áudio q te mandei, né? hehehhehehe
      Pre-pa-ra amiga…heheehhe
      Eu falei pro Ricky que esse stress compensa pelas coisas fofas, mas no mínimo o Thomas vai ter q passar umas roupas depois desse salto! heeeheh
      bjsss

      Curtir

  3. Tu sabe que eu te entendo, né? Li teu post e revivi a treva que foi meu janeiro. Coincidentemente, levava ela pra janela também e ficava lá até minhas costas pedirem penico.
    O bom é que passa. Amém que passa! Muita força, colega! Gritar junto deve ser uma ótima terapia. Devia ter pensado nisso!

    Beijo e tamo junta!

    Curtir

  4. Carol (me sinto íntima, rs) nunca comentei aqui mas acompanho seu blog desde do início da sua gravidez. Engravidamos na mesma época, eu contava as semanas 3 dias depois de você. Sempre me identifiquei MUITO com seus posts, mas esse… Nossa! Parece que vc está descrevendo a situação aqui em casa! Gremilin molhado é a definição mais perfeita pra esse momento! Kkkkkkk Porém, minha Luísa completou 3 meses hoje. Ela nasceu de 41 semanas… Será que as 3 semaninhas a mais que ela ficou no útero conta pra esse salto de desnvolvimento… Porque olha… Se for piorar daqui umas semanas não sei como vai ser! Kkkkkkkkk
    Ah, e uma coisa que tem funcionado absurdamente aqui em casa é ligar o secador quando ela tá dando escândalo. Acalma na hora!!! Parece mágica. Quando a situação não está tão crítica, eu fico ligando e desligando o secador só pra rir do bico que ela faz pra chorar… Maldade! Rs

    Curtir

  5. Putz! Vamos dar as mãos e fazer uma corrente de oração, pq aqui esta E X A T A M E N T E igual! Choro de se esgoelar, demora pra dormir (necessários embalo e shhhh), sono picado. Sei que vai passar, e da dó ver que a bebê sofre assim… Mas a dó só vem depois que ela dorme, quando já está bem quietinha. No durante, tenho um mantra pedindo aos deuses que me dêem (muita) paciência.
    Bjs

    Curtir

  6. Ninguém nos conta as dores de ser mãe.O bom é que depois, na maioria das vezes, só lembramos das coisas boas…Mas algumas coisas não esquecemos nunca, como meu peito ficou em carne viva nas primeiras semanas de amamentação, um peito ficou maior que o outro, os cocôs que enchem a fralda e vão até o pescoço quase…A minha filhota já tem 6 anos, mas com 4 meses e meio começou a ficar enjoada e chorona, me lembro que eu queria até voltar a trabalhar(peguei 6 meses de licença e 1 de férias) tamanho o meu desespero de ficar em casa sozinha com ela! Mas enfim, nasceu dois dentinhos em cima, processo demorado demais nela. Ano passado, com 5 anos e meio, de novo enjoada, sem apetite, irritada e quando percebi tinha um calombo na gengiva dela que não rasgava e lá se foram 4 meses para que os últimos molares nascessem( eu nem sabia que tinha dente que nascia uma vez só) e isso com ela trocando os dentes da frente( ficou um mês com o dente pendurado sem deixar a gente encostar nele). Levei ao dentista, ela me disse que tinha que esperar e mãe tem que aguentar porque nossos monstrinhos são nosso maior tesouro, não é? Outra crise, foi quando com 6 meses(ela mamou só no peito até então), introduzi os sucos, frutas e a papinha em seguida, o intestino dela ficou doidão…Todo mundo dá palpite, uma vez coloquei uma folha de couve na papinha e naquela semana foram uns 10 cocôs por dia… E quando voltei a trabalhar, deixava ela em uma escolinha perto do meu trabalho, ela não chorava e só fazia um biquinho, morria de dó…E a noite em casa tinha que colocar ela na nossa cama, porque sentindo o cheiro da mamãe nós três podíamos dormir a noite toda, porque o importante é não chorar, ninguém vai casar dormindo no meio do pai e da mãe! E agora, daqui a dois meses nasce minha segunda filhota, espero que seja mais tranquilo porque ter a irmã mais velha para ser a referência dela e para distraí-la por alguns minutos enquanto tomo banho.
    Beijos, desculpa o texto gigante…
    Mãe da Maria Julia e da Catarina.

    Curtir

    1. Nossa realmente eh isso q vc falou! Uma epopeia! Eu disse pro meu marido a mesma coisa: deixa na nossa cama, na adolescencia ele sai! Hehehhe o que importa eh o sono! Rs agora ele ta la se esgoelandl com marido enquanto eu aproveito ora encher a agua da banheira dele! Heheh TENSO! Mas acho que p trauma passa! Hehehe ah e parabens pela nova bebe! ❤️

      Curtir

  7. Carol, me uno a corrente de oração…
    Aqui Pedro descobriu que pode brigar com o sono. O olho fecha ele abre o berreiro como se dormir doesse. Esses dias ele chorou por quase 2 horas direto, mamou meia noite e dormiu até às 06.
    Tamo junto no mantra: Vai passar e filho único *hauahuahauahuahu*
    Beijocas

    Curtir

  8. Putz!
    Tem saído com ele? Eu confesso que no começo do inverno ficava cabreira, mas agora vejo no celular que vai fazer -5, sensação térmica de -17 e sapeco o menino debaixo dos cobertores do carrinho e me mando para a rua.
    Beijos e força! Se precisar de um ombro amigo…

    Curtir

  9. Tamo junto. Aqui começou o salto de 26 semanas. Carol, se ela quando em crise avordasse a cada 3,4 hts eu tava feliz. É a cada hora ou menos! Berrando! Socorro. Ontem ela chorou e me deu uma crise de choro tb de puro cansaço. Foi catártico, rs.

    Mas passa. Mas que é um pé no saco é.

    Bjs

    Curtir

  10. Aqui está parecido e algo rs… Domingo acordou assustada, esboçava sorrir e olhava o móbile… Eram 3 operações ao mesmo tempo para nossa pequena. Ela optou por chorar copiosamente por 2 minutos que pareciam 2 anos. Mamadeira na boca, passou rs. HAHAHA Adoro vir aqui, parece que ouço vc falar em nossas caras sobre tudo isso. -20C??? Que delicia de tempo!

    Curtir

  11. Tamujunta Carol!
    Bê ta mais ou menos assim. A unica coisa q não rola quase nunca por aqui, AMEM, é choro! Bernardo é reclamão. Tipo véio chato. Reclama, resmunga, faz bico e franze a sobrancelha, mas acho q ele é meio preguiçoso pra abrir o berreiro…rs.
    Claro q ele berra alto, mas é raro e geralmente só qdo o moleque ta com sono nivel 10000!
    Deus, qdo eu engravidei do B deve ter pensado assim: “tadinha dessa pessoa, dei a ela uma filha chorona, mau humorada e birrenta, vamos dar um alivio agora”…rs…só isso explica!
    Acabei lendo seus 3 ultimos posts tb alem desse.
    E vc fala do “pagar a lingua”. Vixeeeee, se prepare pra repetir isso pela vida toda, randomicamente Carol! Isso nunca acaba!
    E uma coisa q vc escreveu me chamou atenção: vc disse q depois q virou mãe, passou a dar mais valor pra sua, q teve dois…rs…imagina!???? pois é. A rotina é BRABA viu! Não é facil ter 2 filhos nao! Não só pelo trabalho real q dá, mas tb pelas culpas duplas, por vc achar q sempre esta dando mais atenção pra um do q pra outro e mais a parte burocratica da historia ($$$$) q pega!
    Mas compensa! Mas pra mim dois ta OTEMO. Mais q isso, NEVER and NEVER! rs

    Beijos em vcs, Thomas cada dia mais olhos de xenon lindo, um gato, sou fã, quero apertar! rs

    Curtir

    1. Nossa nem fale em pagar a lingua! Sinto q pagarei a prestaçoes! Hahhaah olha Than, ter 2 filhos eh osso e inagino minha mae que com 23 anos ja tinha nós 2! Ceis tao de parabens viu, pq com um so eu ja estou quase babando! Hehehehe
      Ai, ia escrever mais, mas meu Gremlinzinho de olhos azuis tá acordando… Rs

      Bjooo

      Curtir

  12. Oi Carol (desculpa a intimidade)!
    Eu não sou mãe e nem tentante, meu instinto materno se contenta em ser tia, coisa que serei nos próximos meses. Descobri o teu blog, mais ou menos na mesma época que a minha cunhada anunciou a gravidez. Não preciso te dizer que o li de cabo a rabo!!!!
    Leio sempre no meu momento relax na frente do PC e sempre me divirto com teu bom humor (mesmo quando tu estás dark, ainda tens um humor ácido que diverte), nossa semelhança é só nos filhos felinos, mas devo te adiantar de antemão que no meu caso são filhos mesmo, no plural (3 fofinhas e 1 dyvo master). Acontece que uma das minhas melhores amigas é mãe e pediatra, ela tinha um bebê lindo e ai numa vacilada aconteceu a segunda gravidez, acontece que para ela o vacilo veio duplo (gêmeos lindos), agora ela é intensivista pediátrica e mãe orgulhosa de 3 lindos loirinhos de olhos azuis (assim como o teu Dyvo Maior), essa semana ela escreveu um post que me lembrou muito de ti e por isso resolvi me revelar! Ela conta como fez com os guris para regular o sono deles!

    http://ritapediatra.wordpress.com

    Beijos!

    Curtir

    1. Minhanossasenhora!! Gêmeos numa vacilada?? Eh pra nao duvidar de deus mesmo! Hehehhe aai q lindo seus dyvos felinos! Gatos sao demais! Nem preciso dizer q amo.., heheh
      Putz valeu pela dica do blog! Vou esperar o Thomas dormir e lerei! Hehe
      Brigada pelo comentario!
      Bjoks

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s