Amy · barriga · bebê · parto · pós parto · Thomas

Ainda sobre o parto, o pós e o Thomas

-Depois do parto, saí tão ocitocinada, que enquanto me levavam pro quarto saí dando “boa noite e bom trabalho” pra QUAL-QUER um que passava na minha frente. Sério, até o pedreiro da obra do S. Luiz.

-O primeiro banho que tomei, quase desmaiei. Cansaço+perda de sangue+3 horas da manhã.

-Já esqueci a dor das contrações. Hoje faz 10 dias.

-Faria tudo de novo. Não tive vontade de pedir anestesia nenhuma vez.

-Só o toque do meu marido em mim, já me dava a paz e calma que precisava. Durante o expulsivo, sentia uma necessidade ABSURDA de enfiar minha cabeça entre o pescoço dele. Me dava acolhimento, sentia carinho. Me dava força. Eu precisava disso e ele me deu até mais que o necessário.

-Essa experiência me fez ter certeza de que nem sempre chegar na maternidade com 9cm de dilatação significa ter um parto nomal. Tenho certeza absoluta que se não estivesse com a minha equipe, teria caído numa desnecesárea. Afinal, o Thomas estava tão sussa que só quis sair à vácuo. Na segunda tentativa!

-Epi-No nenhum no mundo, me prepararia para uma criança de 34cm de perímetro cefálico e 3480g. NENHUM! rs

-A força do expulsivo, é a mesma sensação de que precisamos fazer um MEGA cocô, embora seja essa sensação na frente. Maluco.

-Água quente é esquema! Relaxa demais durante as contrações e junto com massagem na lombar faz com que vc fique digna.

-Tive medo de o vácuo não funcionar e eu precisar de uma cesárea. Muito medo.

-Amamentar dá fome e sede. às vezes ao mesmo tempo.

-Estou amando amamentar. Achava que não ia curtir, mas olhar para ele enquanto se alimenta, de fato é uma delícia.

-Repensaria a ideia de um parto domiciliar. Realmente parto é imprevisível. Eu sei que se tivesse ficado em casa, as coisas teriam se complicado.

-Depois de quase 5 dias no hospital, minha geladeira parecia um episódio de The Walking Dead. o.O

Sobre Thomas: Aí que ele nasceu, ficou no quarto todos os dois dias e meio até a icterícia ter sido diagnosticada.  Sua icterícia foi causada por incompatibilidade de tipo sanguíneo: eu sou O e ele é B. Produzimos anticorpos um contra o outro. O que ferrou, foi que meus mamilos polêmicos não funcionaram e ele praticamente não mamou, muito embora eu sentisse umas fisgadinhas. Com isso e o banho de luz por 24hs, ele desidratou MEGA e a bilirrubina disparou.Ele precisou tomar complemento de leite e soro IV. Estava desidratado e nessa hora, se me dissessem que ele precisava de pinga pra sarar, eu dava. Tomar leite na mamadeira não fez com que ele perdesse o interesse pelo meu peito + bico de silicone. O menino mama. MUITO. É forte, tem pega do seio perfeita e está muito animadão com as minhas McTetas. Tenho tirado também com uma bombinha elétrica que comprei e pedi para uma amiga trazer dos EUA. Lá no São Luiz, eu usava o banco de leite. Já dei banho, troquei, e fiz a manicure. As unhas estavam enormes! No mais, ele é um rapaz agradável, chora quando alguma coisa incomoda, tipo fralda suja e fome. Curte um banho, curte cafuné e colo. O rapaz é um ogrinho: peida e arrota, às vezes ao mesmo tempo. Teve alta do hospital ontem, com índice de bilirrubina 7. Posso dizer que ter ficado estes dias indo na Semi-Intensiva foi triste e eu realmente senti demais pelas outras mães. A grande maioria mães de crianças nascidas às 36 semanas, todas muito pequenas. O Thomas me deixava com vergonha, porque era o maior. Vi uma mãe com um filho que nasceu anão. Ela não sabia e só chorava. Senti muita pena e dei graças a deus do meu problema ser apenas a icterícia. Vi mães com bebês prematuros e cardiopatas, gêmeos. Vivi um lado B da maternidade e não desejo isso nem pro meu pior inimigo. É muito triste ver enfermeiras cuidando do que você deveria cuidar. Mas infelizmente a situação fugiu ao meu controle e ele teria que ter ficado em banho de luz, mesmo se tivesse nascido na mata.

Sobre o pós parto: Logo em seguida ao nascimento dele, eu fui para o quarto e tomei um banho de gato: lavei as partes baixas ensanguentadas e o suvaco, porque né? Dove nenhum aguenta 15 hs de trabalho de parto. Depois, saí do banho e me joguei na cama: branca e com sensação de pré-desmaio. Não falei nada pra enfermeira, porque não queria soro, nada, só precisava deitar, meu corpo sabia disso. Deitei, não dormi, mas fiquei quieta no meu canto e deu tudo certo. No dia seguinte, estava tudo inchado e dolorido. Eu não conseguia andar direito, porque saíram umas hemorróidas horrendas e a Carolzinha parecia que tinha apanhado, como disse marido, além da óbvia laceração que tive. Ainda, muito melhor que uma episio, pois como a Dra Cátia me disse, ela foi na direção do músculo e mesmo que tenha sido uma laceração importante, já consigo contrair os músculos e praticamente não sinto dor. Não perguntei quantos pontos tomei, não olhei no espelho, não quero saber. Hoje, 10 dias depois já não sinto quase nada. Às vezes uma pressão no músculo, às vezes nada. Para sentar precisei da ajuda de uma daquelas almofadas que parecem um Donut, sabe? Mas da parte física, só senti dor muscular mesmo no dia seguinte, como se eu tivesse feito uma academia HARD a noite toda, mas não senti meus ossos fora do lugar, nada disso. Tenho certeza que se não tivesse lacerado, eu estaria nova em dois dias.

Hoje, 10 dias depois, já perdi 7 dos 10 quilos que ganhei. Também, quase 4kg de criança sumiram na hora! rs Minha barriga voltou praticamente pro lugar dela, apesar de ainda estar um pouco inchada e meio molenga. Comprei uma faixa abdominal para me dar um suporte, porque eu tenho aflição de ficar “solta”. Ainda está só a linha nigra (torta) e a pele molenguinha.

Estou usando Lanidrat no mamilo. Ele pegou errado uma vez e bastou para dar uma machucada. Vamos ver se a pomada é de fato boa.

Sobre a Amy e Thomas: Hoje, no segundo dia de convivência dela com ele, ela está estranha, parece magoada. Olha estranho para ele, senta longe de mim e do meu marido, apesar de ter dormido com a gente uma parte da noite. Estou preocupada, mas sei que é uma fase de adaptação. Espero, porque realmente não quero que ela fique #chatiada e saiba que a amamos muito! Até cortei as visitas aqui em casa, até ela se adaptar ao irmãozinho. Vamos ver daqui uma semana como ela estará!

Pelo Thomas, aguentaria mais 20 horas de expulsivo. O amor é grande demais!

amy and thomasLogo quando chegamos, ela ainda suspeitava que ele era um gato pelado! 😀

 

Anúncios

24 comentários em “Ainda sobre o parto, o pós e o Thomas

  1. Um dos melhores posts que já li sobre os assuntos, Carol!
    Honesto, detalhado, direto…excelente pra pré-paridas curiosas do lado de cá! rs

    Thomas tá um “delicio”!!! O que são essas bochechas??? ❤

    Sobre a Amy, tenho certeza que vcs vão fazer ela entender rapidinho que só vai ter que dividir, não vai perder lugar na casa e no coração! Logo ela começa a dormir nos pés do Thomas tb! 😉
    E que ótima idéia cortar as visitas até se adaptar!! Quanto menos stress, melhor!!

    Beijo e uma linda "Lua de Leite" pra vcs!!!

    Curtir

    1. Obrigada Gabi!!!
      Ah, tem que ser honesta, pós parto não é fácil! heheheh
      Ah, nem me fale! a Amy é um docinho de coco, fico morrendo de pena de ela achar que a gente não ama mais ela e que trouxe esse gato pelado pra casa! ehehee
      Bjoks
      Carol

      Curtir

  2. Adorei o texto. Objetivo, honesto e tinha que ter algo de humor, se não não seria voce…..rs
    Gato pelado, Mc Tetas, coisas que saem dessa sua caixola recém parida.
    Thomas é lindoooooooo ! E a gente que acompanhou por aqui se sente meio tia sabe?
    Parabéns. Que Deus abençoe sua família que está se formando. Esses primeiros dias são loucos e intensos. Curta intensamente.
    Palavras de quem tem um de 14 anos e outro de 2 anos e 7 meses….sim, sou louca, e comecei tudo de novo 12 anos depois….hahahahaha

    Curtir

  3. Ahhh, peraê, deixa eu recuperar o fôlego….

    Que relato! Gente! 😮

    Parabéns pelo Thomas!!! Que felicidade!

    Semana passada acompanhei um parto natural humanizado fotografando. Foram 21hs, uma maratona, e no final tudo deu certo! Fico ocitocinada por osmose! rs!

    Sei exatamente qdo vc diz sobre os sentimentos das mães de uti. Meus meninos vieram de 33 semanas, muita dor e complicações. Fico imensamente feliz em saber que está tudo bem e que vc passou por essa na maior leveza e bom humor! Ele é lindo! =)

    Muitos beijos com carinho em todos!

    Curtir

    1. hahaahaha foi um relato ocitocinado mesmo!
      Menina, nem fale! as 10hs de dilatação foram fichinha perto das 5 do expulsivo! rs foi TENSo, mas faria tudo de novo!!!
      é verdade, mãe na uti é mto triste, me senti “mal” por meu filho ter só ictericia…podia ter sido pior!
      Bjokssss

      Curtir

  4. Carol! Parabéns pelo Thomas, pelo parto! (e ele é liiiiindo!!!)
    Acompanhei tudo quietinha, durante as mamadas de Raul e só agora tô conseguindo vir aqui.

    Pós parto não é fácil mesmo. Eu também senti como se tivesse sido atropelada ou lutado uma noite inteira. E isso durou uma semana, um pouco mais. Agora já não sinto mais nenhum “resquício” do parto e até a amamentação engrenou. Não há mais dor.

    Quanto ao parto, olha só que coisa… a melhor parte pra mim foi o expulsivo pois foi super rápido, a dor quase passou e eu só sentia vontade de empurrar. Foi muito bom! é a melhor lembrança do parto antes de Raul nascer porque tudo o que veio antes foi arrastado e muito dolorido (e nem por isso ruim, mas como recém parida, você entende o que quero dizer né…)
    E principalmente sobre o domiciliar. Mesmo com a placenta retida, a sensação que ficou pra mim é que não faria sentido eu ir pra lá. Acho que eu travaria no caminho, me desconcentraria e acabaria prejudicando o expulsivo. Penso que acabaria numa cesárea.

    A laceração é uma coisa a parte…Raul nasceu só com umas 200 gramas a menos que Thomas e muito cabeçudo. Mas não lacerei no períneo, porém, irradiou pra cima e foi próximo a uretra. Que terror! Não levei pontos mas pra fazer xixi… olha…

    E quando vi que Thomas tinha ficado no hospital, fiquei torcendo pra que tudo passasse rápido e vocês pudessem ficar juntos logo. Esse lado B da maternidade é pesado, difícil. Eu estive lá uma vez e como você, não desejo pra ninguém.
    O bom é que ele já está em casa! E com certeza a Amy vai se adaptando aos poucos.

    Muito feliz por vocês!
    Beijos!

    Curtir

    1. Olha, eu tb!!1 o expulsivo não tem dor,é só essa força :MONSTRO pra empurrar! realmente é uma lembrança boa, mas confesso que para mim, a melhor lembrança foi o momento que senti que ele saiu de mim. Sentir cada parte do corpo dele foi feonomenal!!!
      AAah, eu lacerei no períneo E pra cima tb! o Thomas é um bitelo! rs mas em cima foi bem mais tranquilo, segundo minha GO. No períneo foi um pouco mais grave, mas tb, hj já estou bem melhor!
      Ah, eu tb achei que fosse travar no hospital, mas com a equipe q eu estava, tudo foi tranquilo, consegui relaxar e abstraí que não estava em casa! hehe
      Ah, tomara, a Amy é um docinho de coco, quero mto que ela não se sinta rejeitada!
      bjooooks

      Curtir

  5. Querida! Me divirto com vc! Super engraçada e esclarecedora… Ele é muito lindo! Parabéns! Muita saúde e felicidade a ele e toda família. Ta voltando rápido ao peso anterior né!? E a sensação da barriguinha desaparecendo? Rsrs curta cada segundo 😉 beijos

    Curtir

  6. Pós parto é hard! A gente só entende mesmo quando passa. Parece que mistura tudo de uma vez só!
    Ainda não tinha te parabenizado oficialmente por essa coisinha maravilhosa que tu pariu e pelo parti em si. Haja forçapra 5 horas de expulsivo! É muito poder!
    Feliz que já estão em casa sendo lindos e espalhando amor. A Amy logo entra no clima também.
    Beijos!!!

    Curtir

  7. Carol, que bom que o Thomas foi para casa! E que lindo ele com a Amy! Agora fiquei rindo aqui sozinha das tuas descrições de parto e pós-parto, como é que você consegue pensar nessas coisas? Verdade que depois do parto é tanta excitação que a gente pode sair, correr uma maratona e, se bobear, parir de novo, né? Acho que o corpo engata uma quinta marcha e enlouquece com tantos hormônios, tipo: uhuuuuuu, aeh, quando é a próxima? E amamentar é meio esquisito mesmo, é ser meio bicho. Mas é bom. Ficar olhando o rostinho do rebento, as expressões, os sons… é tanto amor que até falta o ar. Beijokas e divirta-se bastante com o bebê.

    Curtir

    1. hahahaha verdade, me senti bem assim: pronto, pari e agora? vambora? hahahahaha
      Ah, amamentar é muito legal, estou adorando, pena que meus bicos machucaram um pouco e tenho intercalado amamentação e extração na bomba, opra não ferrar demais! hehe
      bjsss

      Curtir

  8. Oi Carol graças a Deus qe vcs estão bem e em casa, eu passei por essa experiência de ter meu bebe na uti e na cti neo natal, pois ele nasceu cansado de tantas horas de trabalho de parto e expulsivo. Agora é só curti bastante o bebe e com tempo tudo volta ao lugar e quanto a Emi de carinho na medida do possível qe ela acostumara com o Thomas. Beijos

    Curtir

  9. Oi Carol, parabéns pelo parto e pelo relato!!
    Queria saber sobre essa questão da incompatibilidade sanguínea. Eu sou B- e minha médica já disse que isso pode causar icterícia se o sangue dele for diferente (positivo). Ela disse que nesses casos é recomendado fazer o clampeamento imediato do cordão umbilical. Seu médico disse algo sobre isso? Como foi o clampeamento do cordão do Thomas? Grata!

    Curtir

    1. Oi Carol! Tem dois tipos de incompatibilidade: pelo sistema Abo e pelo rh! O meu foi pelo sistema Abo, eh sou O e ele é B, mas ambos somos rh positivo! No seu caso, se seu maridk for rh positivo vc precisa tomar uma especie de vacina anti rh, para evitar a eritroblastose fetal, que pode te causar problemas numa futura gravidez e pode te causar um problema com o bebe atual tb(nao lembro exatamente o q acontece, mas no google explica rs)
      O clampeamento do cordao dele demorou, esperamos ele parar de pulsar e a medica coletou o sangue do proprio cordao pra fazer a tipagem sanguinea do Thomas, pois nao sabiamos q ele era B+!
      Qqer duvida, me avisa!
      Bjoks

      Curtir

  10. Cara, tb nao faria episio nem a pau… E o meu cabeçudo nasceu com 35cm de megahead.. Tb nao soube qtos pontos.. Ate pq aqui nao falam…
    Que bom q vc ja ra en casa curtindo o mocinho fofoleto!!! Sabe que Dona Filomena ficou 1 semana sem falar comigo?!?! Bartolomeu cagou e andou, mas a Filó ficou sentida.. De mal. Agora nao ta nem aí. 🙂

    Curtir

    1. AAah, eu ia te perguntar como a Filó reagiu!!! a Amy está meio #xatiada, sabe..rs ela é aquela gata q fica sempre colada na gente e agora fica na cadeira da sala enquanto estamos no sofá…e fica olhando de longe para nós, tipo a rejeitada! rs nós ficamos mimando, chamando, pulando, mas ela aos poucos reage…rs acho que vai levar um mês pra ela ficar amiga do thomas…rsrsrs
      bjssss

      Curtir

  11. Oi carol eu tambem passei pelo mesmo marido b+ eu o+ ,meu filho ja tem cinco anos agora a minha questao e se voce teve que tomar uma vacina?pk eu nao tomei nenhuma e agora tenho medo de voltar engravidar…

    Curtir

    1. Entao, eu nao tomei nada, acho q. Essa vacina eh mais pra quem tem incompatibilidade de rh, tipo + ou -. Nao sei se tem uma pro sistema abo!
      Ah, qdo estavamos no hosp, tinha uma moça q o segubdo filho yb tve essa incompatibilidade, mas o primeiro nao teve, entao acho q depende!
      Bj

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s