Blogagem Coletiva · humor · parasita · terceiro tri

BC – O que eu abri mão na gravidez

O tema desta semana foi indicado pela Suzy, do Blog Pensamento Materno e é exatamente: o que eu abri mão na gravidez?

Particularmente na minha gravidez eu não abri mão de NADA. Assim, existem pessoas que encaram a gravidez como um estado sublime, como um momento de introspecção, como algo que deve ser “guardado”. Eu não. Quis muito engravidar e curtir esse momento, mas em hora alguma eu cogitei abrir mão de fazer alguma coisa por conta do baby que está sendo gerado. No começo, continuei com minhas atividades normais: academia, trabalho, cuidar da casa. Obviamente adaptei minha rotina ao cansaço, aos enjôos, mas no geral, continuei fazendo tudo que sempre fiz.

Há mais ou menos umas 3 semanas, dei uma largada na academia. Primeiro fiquei mega gripada, depois bateu uma preguiça mesmo e juntou que meu plano venceu. Ainda não renovei, mas farei isso esse fds, porque sinto falta de me mexer. Ultimamente, tenho ficado mais “devagar”. Me mexo com mais cuidado, não faço mais tantas estripulias, tipo abaixar e levantar rápido, simplesmente porque não dá! rsrs A pança fica no meio do caminho, muito embora ela não me incomode. Nem ela e nem meus peitos tamanho 64! rsrs Eles não pesam e para mim tem sido um sossego só!

Claro que agora algumas coisas estão sendo feitas mais leves: se passo pano no chão, minhas costas doem demais – marido fica com os panos e eu com aspirador; fazer as unhas dos pés – ainda consegui, há 2 semanas; fazer a unha das mãos – normalmente eu apóio a mão na perna dobrada, tem sido desafiador mas ainda consigo; levantar rápido: pareço uma tartaruga com o casco virado, mas consigo levantar.

Também tive sorte, uma gravidez sem problemas até agora, sem nenhuma intercorrência, o que me permitiu que mantivesse meus hábitos! Com certeza se eu ou o baby estivéssemos com algum risco, eu teria mudado completamente tudo que faço.

Essa questão de “abrir mão” de certas coisas, é inevitável, lógico, mas tanto marido quanto eu, somos daquele tipo que não faz a vida em torno da criança. Óbvio que respeitaremos os horários dele, a rotina, etc, mas não deixaremos de fazer NADA por causa dele, seja viagem, sejam passeios, seja uma simples ida à academia…Vamos nos adaptar à rotina de ele COM ele. Lá em casa não tem essa da criança ser “rei”, ser o centro de tudo… É claro que ele é o mais importante, precisa de todos os cuidados, mas vamos tentar não abrir mão de muita coisa para continuar nossas vidas, com um a mais e não com algo a menos!

Veremos!

Anúncios

11 comentários em “BC – O que eu abri mão na gravidez

  1. Tá certa, eu também não compliquei… Na gravidez só abri mão das coisas que poderiam fazer mal ao bebê que crescia na minha barriga: progressiva no cabelo, caipirinha no final de semana, etc. No mais, vida normal! Como tem que ser… Beijo!

    Curtir

  2. Oi Carol! Acompanho o Parasita já faz um tempão, mas agora chega de timidez, né?! rsrs

    Acho que vc tá certinha, dá pra ir se adaptando ao que o corpo (e depois o bebê) pede, sem deixar a vida de lado! Agora…tb apoio a mão na perna dobrada pra fazer a unha e tô preocupada em como isso vai ficar! hahaha (ainda tô nas 18 semanas, ainda consigo…)

    E, pô, acho sua barriga coisa mais linda e certinha…como assim fizeram bullying com o tamanho dela??? hahaha

    Beijos!

    Curtir

    1. Ah, que legal parar com a timidez!! 😀
      Menina…com 18 semanas, até as do pé eu conseguia fazer, agora, mal consigo cortar as unhas! hehehehehhehhe
      vc vê só? maior bullying com minha pancinha! rsrsrsrs
      bjssss

      Curtir

  3. Tb nao abri meu de nada!! Na verdade abri sim! Do sushi!! Hunf. Agora tive que abri mega obrigada por causa da infeliz diabete gestacional, mao de doces e sorvetes… Mas ainda sim dou uma escapadinha. 😉
    E sobre a criacao do pequeno, pensamos iguais a vcs… Queremos que ele va com a gente nos restaurantes, na casa dos amigos, etc sem essa de nao posso por causa dele.. Claro que temos que ver como vais er, maaas, pretendemos voltar a rotina a partir do primeiro mes, logo depois da zumbilandia materna.

    Curtir

  4. A sensação de tartaruga de casco virado ❤
    Muito amor define.
    Dica: vira de lado antes de levantar. Eu sei que é uma droga, nem sempre consigo ter paciência suficiente pra virar, sentar, levantar, mas com o avanço da gravidez, a gente começa a ter tontura também por causa disso. Como eu já to assim hipopótama, tenho que rolar mesmo antes de conseguir ficar em pé. hahahahahahahaha

    Estávamos eu e marido agorinha conversando sobre eventuais concessões. São naturais, claro. Agora acontece mais das pessoas falarem alguma coisa do que a gente realmente se preocupar com isso. To cansadinha da silva de ouvir aquele veeeelho "ai que nuncaaaa mais vão dormir uma noite bem dormida". Zzzzzzzzzzzz Sono dessa gente!

    Beijoooos

    Curtir

    1. Pois é, tenho utilizado a técnica de rolar antes de levantar. Luxo puro! rsrsrs
      Ah, sim, concessões são normais, agora, fazer a vida em torno da criança, no way! rs
      tb fico com sono dessa galera….hehehe
      bjssssssss

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s