bebê · parasita · segundo tri · tentante

Descoberta do Sexo e Visita à Maternidade

Bom, aí que no último sábado descobrimos que parasita é um varão, um meninote, um mini Motumbo. Estava de pernas cruzadas, como eu previa, mas foi bacaninha em nos deixar ver suas partes pudendas! O engraçado é que logo depois que a médica mostrou Le pintinho, ele colocou a mãozinha em cima, parece que de sacanagem só pra gente não ver, mas no final conseguimos confirmar que o parasita é meninão mesmo, como eu previa……

De todos estes testes-simpatias, o único que funcionou foi aquele da aliança com o fio de cabelo. No meu caso, assim que coloquei em cima da barriga, a aliança ia pra cima e pra baixo, um barato! De resto, nada mais funcionou, os batimentos sempre foram mais de 150bpm, mas confesso que essas simpatias são muito engraçadas! Me diverti, mas no fundo eu sempre soube que quem me habitava era um meninão! 

Agora estamos na indecisão dos nomes. Na verdade já temos um meio preferido, mas mais pra frente saberemos se é esse mesmo! 😀

Aproveitamos que o ultra foi no São Luiz para  fazer o tour e conhecer a maternidade, visto que lá é a única onde minha médica trabalha. Sobre a maternidade:Realmente o São Luiz do Itaim é um hotel. Como estávamos lá no sábado, a quantidade de mães com cesáreas agendadas chegando foi impressionante, foram várias, todas vindo com suas malas e tirando fotos na entrada. Fizemos o tour e os quartos são super ok, arrumadinhos, com segurança e limpos. Estavam todos lotados, pois como se sabe de sexta à segunda as quantidades de cesáreas agendadas são enormes, então, os quartos ficam bem cheios. Lamentável.

Sobre o tour e a visita em si: algumas coisas eu não gostei sobre o atendimento, mas não culpo a mocinha que fez o tour – ela é instruída a isso. No começo do Tour, ela apresenta a maternidade, pergunta qual o tipo de parto que queremos. A maioria das mães querem normal, como sabemos, mas ela diz que lá, embora seja uma maternidade humanizada, as cesáreas ainda são maioria. O que a atendente vendeu como “maternidade humanizada”? Segundo ela, eles são humanizados porque: a cesárea acontece a meia luz. Depois do nascimento e de TODOS OS PROCEDIMENTOS com o bebê, ele fica no “colinho” do pai, num sling carimbado com seus pés. Ele toma o primeiro banho acompanhado do pai. A mãe tem acesso ao berçário por video, na TV. Assim, na boa…. Eu acho que se uma maternidade se vende como “humanizada” eu acho que no mínimo os conceitos básicos de humanização deveriam ser explicados, mas infelizmente até esse conceito eu acho meio banal, visto que TUDO deveria ser humanizado, afinal, lidam-se com pessoas. Enfim… Subimos para o 5° andar, para ver como são os berçários setoriais. Entramos e de cara me deparei com um monte de bebês numa espécie de “vitrine” e uma enfermeira enfiando leite artificial com um copinho, na boca de um bebê que claramente não o queria – ele virava a cara e a enfermeira o forçava a tomar. Aquilo me incomodou de um jeito que eu até saí de perto, para evitar de bater no vidro e dar um croc na cabeça da enfermeira. Não gostei, não gostei e não gostei. 

De resto, tudo é um grande pacote. Sabe quando você casa e querem te vender aquela coisa padrão? Então, maternidade é a mesma coisa. Saímos de lá com uma sacola cheia de folders e brindes. Eles dão um guia bacaninha sobre a internação, documentos necessários e eu realmente gostei, mas não gostei dos folders sobre “o que uma mãe precisa”, dado por uma consultoria de gestantes. Não achei legal venderem o serviço de filmagem e fotografia é obrigado a ser contratado por eles. Uma tal de Publivideo tem até uma sala ali dentro. Isso é venda casada e eu achei absurdo. Fora os preços exorbitantes (tipo 3800 reais um book :-o). Tem o tal das células tronco e as demais coisas que acompanham o pacote da maternidade. Eles também vendem os quartos luxo e tem uma planilha com as diárias. Tipo, 1280/dia pra ter um café da manhã diferenciado, enxoval do bebê e outras frescuras. Fico me perguntando quem pagaria isso.

Sobre minha decisão: Por mais que um PD seja muito tentador para mim, eu não sei como vou reagir ao TP, não sei se como vai ser então, a princípio parasita vai nascer no São Luiz mesmo, até porque com a equipe diferenciada que me acompanhará, acho que será mais fácil que meu baby não sofra com a padronização do nascimento.

Por enquanto, vamos nos ater à saga do nome! Temos algumas idéias, mas ainda não batemos o martelo! 😀

E é isso, bem vindo meu moleque! 

ImagemMateriais que vieram na sacolinha do São Luiz!

 

Anúncios

30 comentários em “Descoberta do Sexo e Visita à Maternidade

  1. Nossa, lamentável mesmo essa padronização de tudo, ninguém merece! E fala sério, onde essas coisas aí são realmente “humanizadas”? ah, não tenho paciência, não… rs
    Graças a Deus você terá a sua equipe linda e maravilhosa… tudo vai ser diferente (pelo menos a maior parte) e valerá a pena, com certeza! Eu confio muito nisso 😀

    Quanto ao meninão, já disse lá no face, mas digo de novo: que liiindooo!!! Viu só que intuição porreta você tem?
    Ainda não fiz essas simpatias, vou fazer pra ver o que dá, haha
    Assim que souber o nome, conta pánois!! rs

    Beijão, querida! E boa semana!

    Curtir

  2. Quem vem por aí? Um amiguinho pro Lucas (o meu sobrinho!)!!! rsrs…
    Aliás, o Luquinhas nasceu no São Luís…!! E com ctz todas as maternidades devem ter o pacotão igual de casamento..rsrs….afinal são grandes “indústrias”, né????

    beijos!!!

    Curtir

  3. Carol, lá no blog eu tb contei sobre a visita a uma maternidade badalada aqui no Rio (“A desilusão da maternidade” é o título da postagem). Realmente é assustador para quem quer um parto digno e humanizado de verdade se deparar com esse tipo de atendimento default e bastante intervencionista.
    Comigo, a equipe conseguiu driblar 95% dos procedimentos padrão. Mas ainda ficou alguma coisa (tipo fazer check-in no berçário e depois ter de voltar lá para ter alta – e a gente não poder acompnhar isso). Não tive uma experiência 100% com o parto hospitalar, mas pensava exatamente assim como você: primeiro filho, não sei o que esperar, como as coisas vão se desenrolar etc. e acho que você deve se sentir SEGURA e confiante. Se isso significa parasitinha no hospital, vá em frente!
    =)
    Beijos

    Curtir

    1. Pois é, cada absurdo que a mocinha falava que eles limpavam “a placenta que fica na cabecinha”, e que o “parto via web, eles mostram só a parte bonita”…meu, lamentável! mas tb acho que a minha equipe consegue dar uma driblada neles, e é complicado mesmo, sei que depois eu vou dizer que devia ter ficado em casa! hehehehhe
      Mas tb acho, que a segurança nesse momento é importante, hehe
      bjosss

      Curtir

  4. Carol, nao vou influenciar a sua decisao nao, mas quero comentar uma coisinha sobre o São Luiz, não experiencia MINHA, mas da minha irmã!
    Ela teve minha sobrinha/afilhada lá (mas não no Itaim e sim no Anália Franco), e foi quase um desastre!
    Muitas coisinhas chatas aconteceram, mas a mais chata e mais estranha foi num dia q levaram a MINHA SOBRINHA (menina) pra tomar banho, passadas as 2 horinhas a enfermeira voltou com o carrinho, entrou no quarto q estava a meia luz dizendo baixinho: “mamãe THAMARA (sim, falaram o nome dela) trouxemos o seu bebê limpinho pra mamar”. Minha irmã entendeu o “seu bebê” como generalizado, os bebês, independente do sexo. Daí minha irmã se levantou devagar pra pegar a nenê pra mamar e???????????????? ERA UM MENINO NO BERCINHO!
    oiiiiiiiiiiiiiiiiii?
    Levaram o bebê ERRADO pra ela e como eu disse, a chamaram pelo nome, ou seja, trocaram os bebês mesmo! Na vdd nem se preocuparam em olhar a pulseirinha, nada…
    Aquilo foi a gota dágua!
    Minha irmã ficou emputecida!
    Reclamou até na ouvidoria do hospital!
    Ela odiou a hotelaria do hospital, odiou tudo!
    Tenho mais 2 amigas q tb tiveram seus bebês lá e tiverem inumeros problemas “bobos” tb!
    É complicado isso…
    enfim..rs
    Desculpa te contar isso, mas se vc quer ter o baby lá, tente dar uma nova sondada, outra visitada, sei la…como eu disse, minha irmã foi no São Luiz ANALIA, minhas amigas tb! Entao nao sei se é td igual, ou cada um é um! Tomara q sejam diferentes!
    A Anna nasceu num hospital aqui na Mooca mesmo! Onde eu moro

    Sobre o nome, nao era Leo????
    Beijooooooos !!!!

    Curtir

    1. CARACAAAAAAAAAAAA que mega absurdo!!! Então, isso é uma coisa que mega me preocupa tb! mas o “bom” é que o baby vai ficar direto comigo no quarto, não vou deixá-lo no berçário, mas mesmo assim vou ficar mega esperta e já disse pro marido que onde o bebê for, ele vai! hehe NO problema é que minha obstetra só atende no São Luiz, mas vou conversar com ela e com o pediatra ainda para ver direitinho como fica essa situação do baby!
      Pois, marido não curte mto Leo! heheheheh voltamos às escolhas! hehehehe
      bjssssss
      PS: Hoje é sua vezzz!! 😀

      Curtir

      1. A minha sobrinha tb ficava SÓ com a minha irmã, exceto pro banho! Nessa hora tem q ir mesmo e foi justo nessa hora q rolou esse mal entendido…rs…
        Pois é…daqui a pouco! 😛

        Bjos

        Curtir

  5. Oi, tenho acompanhado seu blog e adorado, só de ler o nome eu já rio.
    Mas depois desse post gostaria com todo respeito de dar a MINHA opinião.
    Você realmente quer uma cesárea? Não ta nem um bocadinho interessada em tentar parto normal?
    Eu tenho uma filhinha de dois anos, ganhei ela de cesárea no hospital santa joana, mas confesso que amei o local mas sinceramente queria ganhar do parto normal, mesmo que eu não lide muito bem com dor.
    Fui aprender e me informar só depois que eu ganhei minha princesa, e me assustei com a quantidade de informações que eu deveria ter na cabeça e conseguir meu parto normal, tem tantos blogs por aí que me ensinaram muita coisa, que hoje eu percebo que eu tenho espaço sim pra passagem de um bebe, e que eu deveria sim ter respeitado o tempo da minha bebe nascer.
    Enfim, desculpe, mas tente se informar bastante pra saber realmente se você quer ganhar seu bebê no São Luiz.
    O blog http://www.superduper.com.br/ por exemplo fala muito sobre a violência obstetrica de hoje em dia, e tantos depoimentos sobre partos cesárea desnecessários que até assusta.
    Enfim, desculpa, talvez eu até seja bastante criticada por aqui, mas dá dor no coração só de saber sobre essa cesárea.
    Existe uma casa de parto humanizado na zona sul de são paulo, muito mas muito bem recomendada e bem falada por aí.
    É a http://www.casaangela.org.br/, e pelo que percebi lá as coisas são muito bem organizadas, e você se sente no meio de uma família, não é como quando você vai passar no ginecologista e ele é super informal com você, e te atende em 20 minutos, lá É HUMANIZADO. Leia os depoimentos de partos que você vai entender.
    Enfim, me perdoe pela intromissão, mas me importo muito com esse tipo de assunto e adoro seu blog, e tenho muita vontade de ver um post seu contando como foi seu PARTO HUMANIZADO.
    Espero que tente conhecer a casa angela e que uma hora dessas você possa me responder rsrsrs.
    Beijos…

    Curtir

    1. Oi Meriely, acho q vc pulou alguns posts! hehe Eu fujo da cesárea como diabo foge da cruz e minha médica é umas das mais Top´s de SP de Parto Humanizado, Dra. Cátia Chuba. Minha intenção era a princípio um parto domiciliar, mas ainda estou avaliando a possibilidade…. Sobre a casa ângela, eu conheço o trabalho deles, mas é um pouco fora de mão para mim e tneho medo de entrar em TP bem na hora estar u m mega trânsito aqui em SP! hehe
      Obrigada pelas dicas, eu conheço beeem, este site da Anne, há mais de 3 anos que acompanho já! 😀 hehe
      Bjoks
      Carol

      Curtir

  6. Parabéns mais uma vez pelo meninão!! =)
    Conta prascolega o nome mesmo, curiosa! eheheh

    Ai, esse lance de maternidade é uma coisa muito complicada. Eu ainda tenho que fazer um post sobre isso, mas, nossos planos de PD foram adiados. Com isso, partimos para o hospital mais “humanizado” de POA e mesmo assim, tô apavorada.

    Num outro post teu li sobre a separação do bebê e tal, uma horinha. Juro: não consigo imaginar Raul longe de mim por uma hora!
    Vicente nasceu numa desnecesárea e mesmo assim, ficou longe de mim por no máximo 30 minutos. Pareceu uma eternidade, eu não conseguia pensar em outra coisa, só queria ele comigo.
    É uma coisa doidja que acontece depois que o bebê nasce. Você o quer, quer vê-lo e principalmente tocá-lo, ter certeza de que está bem.
    Agora tô num dilema por que EXIJO que todos os procedimentos sejam feitos no quarto, em minha presença. Até porque, vai por mim, longe dos pais, coisas bizarras acontecem. Tem que ficar de olho. Ainda mais quando é hospital “dito humanizado” com 98% de cesa.

    Mas vamo que vamo, tendo uma boa equipe já é meio caminho andado.
    Tu já cogitou contratar um neonatologista humanizado?

    Beijo!

    Curtir

    1. EXATAMENTE! esse é meu medo, mas já disse pro marido que onde o bebê for, ele vai….
      a equipe desta minha médica tem um neonatologista humanizado q vai acompanhar o bebê no berçário pra evitar que façam bizarrices com ele… de qualquer forma, depois q nascer, ele fica umas 3,4 hs com a gente e vai pro berçário mesmo só para “dar entrada”…. meus planos de PD não estão descartados, apenas fico com receio por realmente não saber como eu vou me sentir durante o PD e se eu escolher ter desta forma, preciso de uma outra enfermeira obstetra (marcia koiffmann ou ana cris duarte) e aí precisaria conversar com elas antes…..mas vamos ver, ainda temos relativamente algum tempo para decidir! heheehehehe
      Sobre os nomes, o mais cotado até agora é Ian! hehe
      bjsssssssss

      Curtir

  7. Carol, aqui em Santos não tem maternidade, só hospitais com maternidade, casa de parto eu nunca ouvi falar, enfim… Diz que a maternidade do meu plano é muito boa, eu e marido iremos lá dar uma olhada e a médica que vamos “tentar de novo” dia 15 é super respeitada nesse hospital, é o que me tranquiliza um pouco.
    Como sua equipe é todinha humanizada e a GO só atende lá, acredito que ou respeitam o que ela fala ou ela já sabe como driblar os procedimentos lá.
    To contigo em relação ao PD, gostaria muito, mas ainda tenho mais medo que vontade *kkkkkkkkkk*
    Parabéns (de novo) pelo meninão e boa sorte na escolha do nome, Ian é muito lindo!
    Beijocas

    Curtir

    1. Pois é, estou confiante que ela já é bem conhecida no S. Luiz, mas mesmo assim dá um medinho…hehhehehe
      O meu medo maior do Pd é de não ter idéia de como vour eagir ao TP1 ehhehehe senão encarava numa boa! 😀
      bjsss

      Curtir

  8. Carol, esse negocio de maternidade é dificil mesmo, mas a única pessoa que teve parto humanizado que eu conheço foi no sao Luiz. Eu ainda não fiz nenhuma visita, mas acho que, humanizado meeeesssmooo só em casa. Também passo por essas duvidas todas, mas ainda não me sinto preparada o suficiente para tentar o PD – como voce, acho que vai ficar pro segundinho! Rs!

    Adoreiiii saber que é um meninão! Que venha cheio de saúde!

    Bjs

    Curtir

  9. Desde que engravidei, na verdade até antes, tinha certeza absoluta que é meu baby é menino, mas o povo ficou falando tanto na minha cabeça que agora não sei mais de nada…rsrs
    Parabéns pelo meninão! Que ele venha com muita saúde!
    Nossa como é difícil dar um nome para alguém, já escolhi os meus, falta o marido concordar…rsrs
    Sobre a maternidade, creio que seja assim em todas, só se dizem humanizadas, mas nem entendem direito o termo, por isso o que fará seu parto humanizado é a equipe.
    Bjuss p/vc e p/o seu menino =)

    Curtir

  10. Êêêeeee! Parabéns pelo baby boy! Que venha com muita saúde e amor!
    Quanto ao conceito de humanização, é muito triste a gente perceber como as coisas são distorcidas. Parece que é uma “modinha” e alguns hospitais/ médicos tentam camuflar o que já acontece, enfiando (vendendo) goela abaixo um conceito que não corresponde em nada humanização. Enfim! E essas vendas casadas, então? Parece que estamos tratando com um banco, que vc abre a conta corrente e te vendem um cartão de crédito “que a conta te dá direito”… Lamentável.
    Mas para as mães como vc, as coisas estão bastante esclarecidas e seu parasitinha virá em total harmonia com o que vc acredita.
    Bjs!

    Curtir

    1. Total, até meu marido ficou mega bravo, achou um absurdo! mas é como vc falou: tendo uma equipe que é humanizada de verdade já é meio caminho andado! hehe
      Lamentável mesmo como as coisas são “pintadas” e as pessoas aceitam, sem ao menos nem saber do que se tratam….essa venda de “humanização”, sem sbaer o que é o conceito real é triste e dá margem à esses montes de absurdos que vemos por aí…..
      bjsssssss

      Curtir

  11. Carol, parabéns pelo seu parasitinha menino!!!
    Sobre a maternidade, confie na sua equipe. Meus partos normais foram na pro matre (onde todo mundo mete o pau, rsrsrsrs) e minha médica e a equipe dela conseguiram me passar toda a tranquilidade possível. Minhas filhas ficaram comigo o tempo todo, mamaram assim que nasceram, enfim, acho que é a equipe quem faz a diferença. bjo!

    Curtir

  12. aff cara q sacanagem, nem sabem o q eh humanização, se vendem como humanizados mas na real sao como todas as maternidades :/
    pelo menos no sta joana ninguem me vendeu nada q ele nao fosse :/ e ainda me surpreendi qdo nao quriam fazer minha cesarea, e depois qdo nao me amarraram na sala de cirurgia kkkk

    mas a equipe faz toooooda a diferença eu vi varias meninas de cesareas agendadas esperando os medicos delas e qdo chegaram nem deram desculpa teve um q falou “ah mas vc ainda ta me esperando?” pfffffffffffff

    eu tive sorte q peguei uns otimos plantonistas

    Curtir

    1. Pois é, o pior são as mães que compram essa ideia! é lamentável! Eu vi váááárias mães com cesáreas agendadas chegando, umas explodindo de tão enormes e fazendo pose na recepção…meio estranho! rsrsrsrsrrs
      Putz, vc deu mega sorte mesmo, a mulher do meu primo teve pn no santa joana tb, mas acho que é um daqueles casos de 1 em 1 milhão. DE repente foi com os mesmos plantonistas que te atenderam! hahahahahah
      e realmente, sem amarrar é até decente!! 😀
      bjsss

      Curtir

  13. Demorei, mas não poderia deixar de te dar os parabéns!!! Apesar de ter errado no meu palpite, ser mãe de menino é tudo de bom. Eles são companheiros e muito amorosos. Vc vai ter que aprender a brincar de carrinhos, vai ficar com os “bofes” de fora pq eles correm muito e têm uma energia sem igual!!!
    Aqui em casa, meu marido é vidrado por carros antigos, então, meu filho já sabe nomes de carros, tem coleção de hotwheels e ainda adora escutar as músicas que o pai gosta. A primeira música que ele ouviu e sempre pedia era Mamma do Gênesis. Hoje, ele já pede Elvis, House of the rising sun, entre outras. Eles viram miniaturas do pai. A gente só carrega e é parasitada mesmo.
    Apesar de tudo isso, ser mãe de menino é um sonho!!!

    Quanto à maternidade, isso é tudo comércio. Eu sou enfermeira e odeio quando começasse falar de humanização, pq os profissionais da saúde adoram falar sobre, mas colocar em prática é o que menos se faz. Não se respeita o ser humano como deve ser.
    Na minha visita à maternidade que eu tive meu bebê, tb voltei pra casa cheia de prospectos de foto e filmagem, teste do pezinho mais completo, congelamento de cordão, etc. Mas a única coisa que eu contratei foi o bercário virtual, pq minha família é de fora da minha cidade. E vc acredita que não tiraram a foto e não colocaram??? Na minha alta pedi meu dinheiro de volta.
    São coisas que acabam maculando o dia mais importante das nossas vidas.

    Siga o seu coração, no final tudo dá certo!!! Beijos e Parabéns pelo meninão!!

    Curtir

    1. hahah adorei o gosto musical do seu filho! hehehe desde cedo, já sabe o que é bom!!
      No começo, achei que fosse menina, mas há umas 3 semanas tava com a certeza que era um molecão!!! o problema agora é achar o nome!! :-S ai, que difícil! heheheheh
      Ah, esse negócio de maternidade é absurdo! Essa tal foto do site eu não vou querer, pq enquanto estava visitando, vi a fotógrafa entrando no berçário e tirando milhares de fotos com Flash na cara dos RN, fiquei possessa!
      bjsssssssssssss

      Curtir

  14. Ahhhhhhhh carolllsssss!!!! Que legaaaal!! Bem vinda ao time!!!!! Saco roxo, varao motumbo é o que ha!! Hahahaha sabe que pra mim de simpatia tb so funcionou essa da aliança?! Que engracado!! Ate hj o coracao da criaturinha aqui ta 152!
    Sbre a venda casada de foto e video, saiba que vc pode recorrer caso queira levar alguem de fora, ne? Eu sou fotografa e quando trabalhava no Brasil fazia parto e dependendo da maternidade tinha essa venda casada.. Ou eles nao deixavam mesmo, ou entao tinha que oagar uma taxa de 250 pilas pra deixar o seu fotografo querido entrar.. Um absurdo!
    Adorei a noticia!!!! E simbora pq ate agora estamos iguais em tudo! So falta o nome dos meninos serem os mesmos hahahaha
    Beijocas!!

    Curtir

    1. hahahah Total, saco roxo, pintudão, tripezinho! vários apelidos! hahahhahahahahahahahahah O coração do parasitinha tava a 148 nas últimas vezes, bebê calminho! hahahahahaha
      Pois é, eu tenho uma amiga fotógrafa e tava pensando em chamar ela pra fotografar, mas não sei se vale o stress de brigar com o hospital (rá, quem eu tô enganando? adoro brigar por motivos de “consumidor”)…hehehhe
      Meninaaaa….. Me fala: qual o segredo pra achar nome de menino?!??!! hahaha cAra, não gosto de quase nenhum!! Por enquanto estamos chamando ele de Ian, mas tenho medo q aqui no brasil ele seja chamado de Iân. O que eu ODEIO! rsrsrssr
      Bjssss

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s